Rumo a Lisboa
À procura de trabalho na capital

27 Janeiro 2010

Depois de não actualizar este blog à algum tempo, cá estou eu com mais um post; boas novas, felizmente.

A oferta de emprego que tinha mencionado aqui acabou por não dar em nada. Depois de várias semanas sem receber notícias, concorri a outra e, em dois ou três dias, estava a ser chamado para uma entrevista. Ela correu bem e estou neste momento em Lisboa, em formação.

Viver em Lisboa não é tão complicado como pensava. A cidade tem defeitos e virtudes, mas no geral está-se bem. O único problema é eu estar muito mal de finanças e ser obrigado a cortar em tudo, até na comida, para me aguentar.

Hoje, não comi quase nada durante o dia todo; o meu almoço foi 3 sandes de pão-de-forma, uma com doce de ananás e as outras duas com manteiga. À noite, depois de sair da formação, antes de vir para a minha segunda casa (a primeira ainda é a de Coimbra), fui ter com a minha namorada e uns amigos a um bar. Como é óbvio, não gastei lá dinheiro, embora o cheiro dos bolos me tenha dado algumas voltas ao estômago. A caminho de casa, no metro, ia com tanta fome que ia todo tonto. Depois de sair do metro, passei por uma churrasqueira e salivei-me todo (não da forma literal à Homer Simpson) quando vi uns frangos a assar. Não imaginam o quão mal me senti por não poder comer um para matar a fome.

Agora, estou a descongelar carne para preparar para o jantar de hoje e almoço de  amanhã. Mas assim que se acabe a comida que a minha mãe me mandou, vai ser complicado para mim. Viver aqui quase sem dinheiro não é fácil. O pior é que tenho dinheiro para receber e não sei quando é que ele me é pago, e se ficar neste trabalho só em Março é que consigo ter as minhas finanças organizadas.

Eu já sabia, antes de me aventurar por Lisboa, que o mais certo era ter que passar por uma situação assim. Mas passar por ela e imaginar que vou ter que passar... é completamente diferente. Às vezes dá vontade de mandar isto tudo à fava e voltar para o conforto do lar.

publicado por brunomiguel às 21:41
tags:

30 Dezembro 2009

new exciting life

Visto aqui

publicado por brunomiguel às 02:55

17 Dezembro 2009
Parece que a "aventura" foi curta. Ainda há umas semanas estava a começar a procurar trabalho em Lisboa e hoje já estou a preparar-me para começar uma nova "vida" nesta cidade. É um final, um destino, esperado, tanto a nível profissional como pessoal. O trabalho não é de sonho mas é interessante e também um novo começo - tinha que ser por algum lado.



A oportunidade que consegui agarrar é num call center, em regime de full-time. É um pouco mas bem pago que o meu trabalho actual e tem o benefício de não correr perigo de vida durante o horário laboral, mas tem como desvantagem ser apenas para outbound. No final, depois de pesados todos os prós e contras, ganha o novo.



Resta-me arrendar um quarto, preferencialmente na zona do Saldanha. Se souberem de algum, avisem.
publicado por brunomiguel às 14:46

15 Dezembro 2009

Devido à falta de tempo, não tenho actualizado o blog. Mas a procura de trabalho em Lisboa continua, hoje com duas entrevista: a primeira às 14 horas e a segunda às 16 horas. Com um pouco de sorte, uma delas poderá ser a tal que me fará rumar a Lisboa. Eu estou confiante que sim; mal posso esperar para me mudar de vez para a capital.

Bem, até logo. Vou acomodar-me no banco do comboio que me vai levar à estação do Oriente.

publicado por brunomiguel às 11:25

05 Dezembro 2009

Este post vem com um dia de atraso, mas o tempo e o cansaço não permitiram que ele fosse escrito e publicado antes.

As entrevistas que tinha marcado no dia 4 acabaram por não correr como esperava. Confesso que estava entusiasmado, mas não desanimei por isso. Fui até às agências de trabalho temporário mostrar que existo e deixar os meus dados, e ainda pude tratar da minha vida pessoal.

A primeira entrevista, como já tinha mencionado anteriormente, era para um call center mas mais direccionado para apoio técnico. Infelizmente, quando lá cheguei, deparei-me apenas com ofertas para part-times. Como procuro apenas um full-time ou dois part-times que possa começar em simultâneo, fui obrigado a recusar todas as propostas que me apresentaram.

A segunda entrevista, marcada para o início da tarde, acabou por não acontecer. Quando cheguei à outra agência, preenchi uma ficha e falei com uma das colaboradoras. Apenas isso e um pequeno teste, que me fez saber que se tivesse ido no dia anterior poderia ter tido uma boa oportunidade para uma vaga para apoio técnico ADSL.

As coisas não correram como desejava a nível profissional, mas não desisto. Outras oportunidades virão, e com sorte uma será a tal que me fará mudar de vez para Lisboa.

publicado por brunomiguel às 23:27

27 Novembro 2009

Começo a ver que o que mais abunda de trabalho em Lisboa é part-times. Depois das últimas duas chamadas que recebi e aqui relatei, voltei a ser contactado por duas vezes, outra vez para vagas em regime de part-time.

Esta opção é algo que não coloquei completamente de lado, mas só pensarei num part-time depois de conseguir trabalho a tempo inteiro e não antes disso. Os €300 e tais que deverei receber dele são um bom incentivo para procurar uma ocupação secundária de apenas quatro horas diárias para complementar o ordenado do full-time.

publicado por brunomiguel às 20:42
tags:

25 Novembro 2009

Não poder ter o telemóvel comigo quando estou a trabalhar tem destas coisas: hoje, quando fui almoçar, por volta das 16h30m, tinha uma série de chamadas não atendidas de um número anónimo nos meus telemóveis. Provavelmente era mais uma proposta de emprego, mas como a empresa não autoriza que tenhamos connosco o telemóvel quando estamos a trabalhar, lá deve ter ido uma oportunidade.

 

Não censuro, de todo, esta política, mas hoje tinha dado jeito ter o telemóvel comigo. Quanto mais depressa sair dali e rumar a Lisboa, melhor.

publicado por brunomiguel às 23:52

25 Novembro 2009

A oferta para call centers em Lisboa parece ser grande. Pelo menos é essa a ideia com que fico. Ainda ontem me ligaram por causa de um part-time para um e hoje volto a ser contactado pela mesma empresa, desta feita para um full-time.

Passadas as apresentações, a senhora que falou comigo fez referência à chamada que recebi ontem e perguntou se estava interessado num full-time para o call center de uma conhecida empresa portuguesa. Disse imediatamente que sim, como é óbvio, e marcámos o dia da entrevista. Agora, só falta esse dia chegar e ela correr bem.

Confesso que estou entusiasmado. Aqui por Coimbra isto dificilmente aconteceria, se é que aconteceria mesmo. Claro que um call center não é um trabalho de sonho, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças e paga as contas, que é o mais importante.

publicado por brunomiguel às 11:50
tags:

24 Novembro 2009

Nem 24 horas passaram desde que comecei a procurar trabalho em Lisboa e já recebi a primeira chamada.  A senhora que falou comigo queria saber se estava interessado num trabalho num call center. Não fosse o trabalho em part-time, teria dito sim imediatamente. Mas, por agora, procuro um full-time; part-time, quem sabe, só depois de um trabalho a tempo inteiro.

 

Depois de ter dito que não estava interessado apenas por ser part-time, disseram-me que guardariam a minha candidatura já aparecerem muito frequentemente trabalhos em regime de full-time para call centers. Se for algo para apoio a clientes, porreiro; se for para vendas, acho que sempre é melhor que o que tenho neste momento.

 

É um bom começo, mas tenho que amealhar uns trocos porreiros, porque quando aparecer a oportunidade não quero ser apanhado desprevenido.

publicado por brunomiguel às 19:18
tags:

24 Novembro 2009

Com este post, inauguro oficialmente este blog. O seu objectivo é relatar, sempre que possível ou necessário, a minha experiência na procura de trabalho em Lisboa. Se tudo correr bem não serão publicados muitos textos, sinal de que consegui emprego na capital.

Como começou

A minha vontade de ir trabalhar para Lisboa surgiu por uma série de factores, alguns dos quais vou mencionar muito superficialmente, já que fazem parte da minha vida privada.

 

Se me conhecem, sabem onde estou a trabalhar. A minha função na empresa obriga a muitos esforços físicos, algo que não me incomoda; contúdo, este trabalho não é bem o que pretendo para mim por isso tenho alguma vontade de mudar, de preferência para algo mais bem pago (não é esse o objectivo de todos nós?).

 

Outro motivo que me leva a querer mudar de cidade prende-se com uma mudança na minha vida pessoal. As coisas correm-me muito bem a esse nível e eu quero uma muito maior proximidade.

 

Acima de tudo, quero dar um novo e melhor rumo à minha vida, e creio que Lisboa poderá ser o local para isso.

Os primeiros passos

Os primeiros passos nesta minha "aventura" foram dados ontem e passaram pela reestruturação do meu currículo: actualizei-o e alterei a apresentação de alguns dados, por forma a facilitar a leitura do mesmo e a melhorar o seu aspecto. Feito isto, comecei de imediato a procurar ofertas de emprego em diversos sites e a candidatar-me a todas aquelas onde sei que posso ter sucesso.

 

Até ao momento em que escrevo este texto (menos de 24 horas), já concorri a mais de uma dezena de vagas.

O futuro

O futuro, não o adivinho. Sei é que vou fazer por conseguir trabalho em Lisboa, para dar um novo rumo à minha vida.

publicado por brunomiguel às 15:14
tags:

Contacto

Se tiver conhecimento de alguma oferta de emprego cujos requisitos o meu curriculo preencha, agradeço que me contacte.

subscrever feeds
O autor

bruno miguel

Nome: Bruno Miguel
Idade: 26 anos

pesquisar